A Grande imagem de Francisco

A Grande imagem de Francisco

A Grande imagem de Francisco

 

Você sabia que a ONG CAAFE – Cia de Artes e Afetividade está criando o bandeirão do Papa? E que a expectativa dos organizadores do ato é entrar no Guinness Book, o livro dos recordes, como a maior bandeira coletiva do mundo e a maior feita a um líder religioso? Pois é. O bandeirão é uma criação coletiva, e você pode participar. Funciona assim: a cada semana, a galera da ONG vai estar em uma igreja, escola, na rua, em qualquer lugar que for possível. Não tem essa de luxo não. Eu os encontrei na rua com a peregrinação da bandeira, que começou em 23 de abril, Dia de São Jorge, na igreja do Santo Guerreiro, em Quintino, no Subúrbio do Rio. Em 12 horas, foram escritas mais de oito mil mensagens. Os dizeres variam de “Deus estenda suas mãos no Brasil”, “Jesus, proteja a minha sogra”, “Deus é fiel”, “Que o Senhor traga muita paz e prosperidade”, “Deus é amor”, “Fé em Deus e pé na tábua”, e muitas outras… Estas são mensagens que já estão lá! Mas ainda falta a sua! Vai perder esta chance de participar?

A grande imagem de Francisco

A grande imagem de Francisco

Intitulada ‘A Grande Imagem de Francisco’, a bandeira gigante, antes de ser entregue ao Sumo Pontífice, será aberta em três locais diferentes: no dia 25 de julho, no Morro do Leme ou na fachada do Hotel Windsor Atlântica; posteriormente, em data ainda a ser marcada, na pedra do Pão de Açúcar; e ainda durante missa campal, em Guaratiba.

Os conhecidos bandeirões, também chamados de Manto Sagrado, nos estádios de futebol, são parte da cultura brasileira, e não poderia ficar de fora desta tão importante ocasião. E o bandeirão do Papa, como está sendo chamado, saudará o pontífice em sua primeira missão internacional, 5,7 km de tecido serão costurados para criar a bandeira, com em torno de 1,2 milhão de mensagens, que será dada a Francisco.

“A bandeira está percorrendo paróquias, núcleos de pastorais da juventude e universidades no Rio. Em breve, pretendemos levá-la também a hospitais, presídios e escolas de todo o estado”, adianta o assessor da Caafé, Gilberto Porcidônio, ressaltando que mensagens também poderão ser enviadas por um site que está sendo criado. Notícias da programação dos trajetos da bandeira também poderão ser acompanhados pelo Facebook (https://www.facebook.com/bandeiraodopapa). Na página, o trajeto da bandeira será divulgado com antecedência.

“Nosso objetivo é tocar as pessoas, para que elas escrevam aquilo o que elas pensam de melhor. Queremos surpreender o Papa. E espero que ele sinta uma emoção tremenda quando avistar a bandeira e que a leve para o Museu do Vaticano”, diz o antropólogo Bruno, um dos idealizadores do projeto.

Todo o processo de confecção está sendo filmado e fotografado. O material vai render um documentário e um livro que também serão entregues ao Papa.

Por falta de verba, Bruno diz que a bandeira não vai percorrer outros estados. A alternativa criada por eles para que pessoas de outras cidades e países mandem seu recado ao Papa é através da internet. O texto de até 200 caracteres pode ser enviado pelo Twitter, utilizando a hashtag #bandeiraodopapa, ou pela página criada no Facebook, intitulada “A Grande Imagem de Francisco”.

“Ainda não conseguimos patrocínio. É um custo alto que temos com a compra de canetas, panos, costuras, design, e transporte”, observa Bruno. Se você pode ajudar…

A Grande imagem de Francisco

A Grande imagem de Francisco

A grande imagem de Francisco

A grande imagem de Francisco

As Empreguetes ou Cheias de Charme?

Taís Araújo

Taís Araújo

 

A atriz Tais Araújo, como sempre linda, a ex-empreguete, agora desempreguete, a Cheia de Charme da novela que parou o Brasil e que ficou conhecida como as Empreguetes, falou no Festival Internacional de Televisão.

A trama que propositalmente ou não, acabou por denunciar a realidade do universo do trabalhador doméstico, que são cerca de 13 milhões no Brasil, e que ainda hoje, em sua maioria, ainda sofrem maus tratos, trabalham sem receber direitos trabalhistas, e em alguns casos, sem nem mesmo ter a carteira assinada.

A interatividade e mobilidade social da Internet propiciou grande sucesso ao clipe da novela e acabou por incluir o telespectador no processo. De acordo com Taís: “você se empresta e se transmite através dos conteúdos que você interage, a Internet veio para dentro da novela através da interação, somando ideias e termos como, as empreguetes, as cachorretes, e depois as desempreguetes, e popularizou as periguetes”.

Segundo Filipe Miguez, um dos autores da trama, “Cheias de Charme foi uma novela internética, de estética penetrável, onde metade da obra foi composta de sugestões dos telespectadores e dos internautas”.

Como sabemos, a Internet une todo mundo através do facebook, do twitter, cada um na sua casa, unidos pela sala virtual. “Cheias de Charme foi uma novela que se passou na cozinha, uma homenagem ao trabalhador domestico como parte da família”, acrescentou Izabel de Oliveira, também autora da novela.

A volta das empreguetes, Cheias de Charme!

Segundo fontes seguras, devido ao grande sucesso da ficção, a TV Globo estuda diversas possibilidades de dar continuidade ás Empreguetes, seja através da realização de um filme de longa metragem, com o título: As empreguetes, a produção de um seriado, o lançamento da novela em DVDs, e também o lançamento de produtos: como a boneca das personagens, As empreguetes.

No mundo real, o sucesso da novela também propiciou ás empregadas domesticas certa valoração em sua autoestima e muitas adotaram o termo empreguete, como uma grande homenagem – um holofote purpurinado, que como consequência causou o aumento de carteiras assinadas, que hoje, nas capitais é de apenas 30%, no Amazonas, apenas 10%. Segundo Tais, “O maniqueísmo meteu o dedo na ferida e não doeu, fez cosquinhas e todo mundo brincou, sorriu, e achou até bom”.

A revelação

Pouca gente sabe que houve uma mudança de rumo na novela: “cada empreguete seguiria seu rumo, não voltariam a se juntar, mas o sucesso do grupo, e o apelo do público as uniu novamente”, afirma Miguez.

De real, o que se sabe de fato é que, Chayene, Socorro e as Empreguetes vão participar do especial de fim de ano de Roberto Carlos.

O especial, cuja gravação aconteceu no dia 21 de novembro, no Citibank Hall, no Rio de Janeiro, tem exibição prevista para 25 de dezembro, Na TV Globo, após Salve Jorge.

Da ficção para a realidade, da periferia para a Central Globo de Produção: empreguete boa sabe o que tem que fazer para conseguir o que quer. Determinadas que são as Empreguetes Cida (Isabelle Drummond), Rosário (Leandra Leal), Penha (Tais Araújo), além de Chayene (Cláudia Abreu) e Socorro (Titina Medeiros) darão um jeito de se esconder dentro do camarim de Roberto Carlos quando descobrirem que o ídolo está atrás da porta ao lado. Flagradas, é um tal de puxão pra cá, gritos para lá e uma disputa acirrada pela oportunidade única de fazer um dueto com o Rei. Caberá a Roberto Carlos apaziguar a disputa e cantar com elas “É Meu, é Meu, é Meu”.